Novo ano

a imagem em destaque foi extraída daqui

Um novo ano nasce no pedaço
nesse mundão eu quero mesmo fazer meu traço

 

Um novo ano nasce e eu preciso do meu espaço
como preciso também do seu passo

Um novo ano nasce e a gente perde na imensidão de 2017 com muita festa.
nesse universo de 2016 que foi tudo uma verdadeira festa, cores, pessoas, sorrisos e risos.
Um novo ano nasce.

Anúncios

Playlist das Férias

Em ritmo de férias e festas o blog decidiu criar e trazer para vocês aquelas músicas que marcam o fim das aulas, do trabalho, da rotina e do começo de um novo ano. As férias são o momento para relaxar e tirar tudo que estava guardado na gaveta há um tempo, inclusive aquele disco que você não conseguia escutar direito, aquela banda que fez show e você não pôde ir… ou ainda aquele seu artista preferido que lançou um disco e você perdeu essa.

Férias é o momento seu, está no próprio significado da palavra: período de descanso anual, ou seja, o momento em que você dorme até mais tarde, não tem muito hora certa pra dormir e pra fazer as refeições… e quando as faz faz tranquilamente e sem correria do dia a dia. Ah, férias, sua linda… como te desejo! Solta o som, DJ

Calvin Haris – Summer

Avicii – Waiting for The Love

Of Monsters and Men – Little talks

Foster the People – Houdini

Capital Cities – Vowels

Lo Air – Day and Night

Alok – Me and You

Galantis – Runaway (U & I)

Passenger – Let Her Go

Bob Marley – One love

Gostou? Não deixa de me seguir no spotify então pra conferir o que eu mais posto por lá nas playlists do blog, em? ❤

A imagem em destaque saiu daqui!

4 livros para as férias

Ontem foi dia de cinema aqui no blog e eu indiquei 4 filmes para as férias, agora chegou o momento de conferir os 4 livros. Afinal, nas férias é o momento em que você mais vai ter tempo para ler aquele livro que estava parado há tanto tempo na estante, ler com calma e entrar na história de verdade verdadeira. Confesso que enquanto eu leio a autobiografia da Rita Lee tem mais um montão me esperando para ser devorado.

A leitura é um ato que não se pode ter pressa, tem que ter paciência, algumas vezes não nos damos bem com um livro logo de cara e a história parece ser tediosa, mas isso muda no segundo ou terceiro capítulo, ou, para aquelas obras que são divididas: na segunda ou terceira parte da história, ainda bem, não é mesmo? Eu quando era criança costumava ler mais, bem mais, confesso… Com toda essa tecnologia o ato de ler ficou um pouco de lado e nessas férias e para 2017 uma promessa que já me fiz de ano novo é ler mais, bem mais.

Prontos para a listinha de livros para as férias? Lá vamos nós 🙂

  • A metamorfose – Franz Kafka (1915). Reza a lenda que foi escrita em 20 dias,  escrita em 1912 conta a história de Gregor Samsa, um caixeiro viajante que ele sim, todo dia faz tudo sempre igual mas um belo dia acorda metamorfoseado… No que será? Só lendo para descobrir como seus pais e sua família reagiram…

 

  • Dom Casmurro – Machado de Assis (1899). Tente ler essa obra com um outro olhar, não somente o olhar fixado em Bentinho e Capitu, olhe para os outros personagens da obra. Ler Dom Casmurro requer um esforço das duas partes, pois, como a maioria das obras, a narrativa presente é o único ato libertador possível, ou seja, ler nos transporta para outro universo. Para Barthes a arte de Machado de Assis faz-nos ver um duplo Dom Casmurro, uma dupla Capitolina e um Escobar ambíguo. A obra, por ser um texto literário e, assim, polivalente, falqueia muitas entradas. O cerne, pelo visto, constitui o ponto de vista do narrador, que se propõe viver, pela escrita, o vivido: “deste modo” – diz – “viverei o que vivi”, no capitulo dois. A partir desta anotação sobre o capitulo dois, podemos levantar a seguinte observação: o autor relata, nada mais nada menos, do que a realidade, porém, em muitos momentos faz mistérios sobre fatos que em nossa cabeça, durante a leitura, já temos certeza, mas como Barthes afirma, nem tudo é claro na vida ou nos livros.

    © obvious: http://obviousmag.org/beatrizbiellamartins/2016/casmurro-ou-dom-dom-casmurro.html#ixzz4UBOeMGpo
    Follow us: @obvious on Twitter | obviousmagazine on Facebook

 

  • Feliz ano velho – Marcelo Rubens Paiva (1982). Foi minha leitura mais feliz das férias de alguns anos atrás quando comprei este livro em 2012. Feliz ano velho é uma autobiografia e relata o acidente que deixou Paiva tetraplégico após pular em uma praia, relata os momentos de dor e momentos extremamente felizes, momentos da vida, de uma vida cheia de coisas para se contar. Relata os amores, a família, as pessoas todas, fala da simplicidade de viver e da mesma felicidade que também e principalmente é viver.

 

  •  A culpa é das estrelas – John Green (2012). Não é um conto de fadas, muito menos uma história de uma menina com câncer. É um relato sobre o que é viver com intensidade e amor em meio ao caos de uma experiência de pré-morte. Nas 219 páginas (excluíndo as de agradecimentos) John Green, autor do livro A culpa é das estrelas, nos prende com histórias cruzadas entre: Hazel Grace, uma adolescente com uma doença em estado terminal que não frequenta a escola há três anos/ Um menino chamado Augustus, que a conhece em um grupo de apoio para crianças com câncer/ E o autor preferido de Hazel, que parece um lunático, mas é nada mais nada menos que uma pessoa que age com os sentimentos de qualquer outro ser humano da face da terra.

    ©obvious:http://obviousmag.org/beatrizbiellamartins/2016/okok.html#ixzz4UBPmHDzJ Follow us: @obvious on Twitter | obviousmagazine on Facebook

 

a imagem em destaque saiu daqui (:

4 filmes para as férias 

a imagem em destaque saiu daqui

As férias chegaram e uma das melhores coisas é poder ficar em casa vendo vários filmes super divertidos, outros nem tanto e alguns de ação e aventura, tudo isso para deixar as férias mais divertidas!

Falando em filmes, hoje o blog traz para você, caro leitor, uma listinha de quatro filmes que você não pode deixar de ver nessas férias em algum momento! 🙂

Pronto? Lá vamos nós

  • O fabuloso destino de Amélie Poulain: Lançado em 8 de fevereiro de 20o2, o filme francês retrata a vida da jovem Amélie após deixar o subúrbio onde vivia com a família. Interpretada por Audrey Tautou, Amélie faz papel de uma garçonete que adora desvendar mistérios sobre a vida dos outros e participar do destino deles, mas e ela? Qual é o destino de Amélie? Uma garçonete em Paris, num café que quase todo dia faz tudo sempre igual, quase todo dia..

 

  • A era do rádio: filme de 1987, comédia escrita e dirigida por Woody Allen vem contar um pouco sobre as lembranças de um garoto e sua família judia em Nova York, durante a segunda guerra mundial. Com um elenco de peso: Seth Green, Julie Kavn, Diane Wiest, Mia Farrow, Danny Aiello e Diane Keaton,  a força do radio é apresentada por Sally White, que busca incansavelmente trabalhar em um programa de rádio.

 

  • Minha mãe é uma peça: 2 – O filme que foi sucesso de bilheteria em sua primeira parte retornou aos cinemas na quinta feira passada. Minha mãe é uma peça – 2 continua a história de Dona Hermínia que ficou rica com o programa bem sucedido de TV, porém, seus filhos resolvem sair de casa e se mudar, ou seja, lá vem a síndrome de ninho vazio para lidar. O que será que Dona Hermínia vai aprontar para superar essa crise? Será que ela vai aceitar?

 

  • 500 dias com ela: Um filme contado ao contrário, 500 dias com ela traz a história de Tom Hansen, interpretado por Joseph Gordon-Levitt, que é apresentado para Summer Finn (Zooey Deschanel). Os dois tem gostos em comum como a banda The Smiths, e Summer completa: “I Love The Smiths”. Depois disso e uma noite de karaokê, Summer e Tom começam um romance de 500 dias, alguns bons e outros nem tanto. Venha descobrir o porquê dando o play (:

 

 

2016 e os amores

Em 2016 se teve uma coisa que eu fiz, foi amar. Amei nos sorrisos mais sinceros e na felicidade que podia ser clandestina. Amei nos choros contidos e nos abraços apertados. Amei você, amei ele, amei ela, me amei, o amei, a amei, amei-me. 

Em 2016 eu amei as partidas e as chegadas, amei estar com você e amei ver os pedidos de amor, os de casamento. Amei pedir em casamento a mim mesma, porque o amor que eu ia pedir em casamento se desfez, mas não se desespere, caro leitor, o amor é complexo mesmo mas ele também é completo e pra ser completo… Primeiro a gente precisa se fazer completo pra depois completar o outro. 

Da janela do ônibus eu também amei, amei as pessoas que passavam nas ruas em dias de sol, em dias de chuva, em dias nublados. 

Da janela de casa eu amei, amei as pessoas que passavam de carro pela rua, as pessoas que estavam paradas conversando e aquelas que mal sabiam da minha existência do outro lado da rua, naquela janela. 

Em 2016 eu amei, e você? 🙂 

A imagem em destaque saiu daqui

Semana natalina

A semana do Natal finalmente chegou e com ela veio muita coisa boa aqui no blog. Começando a semana tivemos o famoso revirando o baú, que trouxe uma entrevista com amor. Depois de Luíza passar aqui pelo blog na semana passada, ela não podia deixar de mostrar a carta que ela escreveu um tempo atrás para um amor perdido. Um pouco atrasado mas nunca falhando, chegou o post de indicação de filmes para o natal, o seu natal, o nosso natal… Aqueles filmes que você provavelmente nunca cansou de assistir na sessão da tarde na Globo.

Para começar a encerrar a semana e entrar no clima de fim de ano, o blog resolveu fazer o post de recomendação literária dos livros que eu li durante o ano de 2016 e espero que façam parte da leitura de vocês em 2017. Depois de uma semana de trabalho e com o verão entrando na semana, nada melhor do que uma verdadeira playlist que vai super fazer parte do blog cada vez mais no ano de 2017, com músicas de requebrar até o chão chão chão, ch-ch-chão. Por fim, um poeminha ontem pra vocês, especial de natal, naquela noite.

E você já viu nosso canal lá no youtube? Eu sei… ele ficou meio parado em 2016 em decorrência do TCC e pans, mas vai melhorar, em 2017 já tem muita coisa boa programada pra ele, em? Por isso não deixe de acessar e seguir a gente nas redes sociais >> e no facebook.

Um super beijo e até mais ❤

Playlist Verão 

a imagem em destaque foi extraída daqui

O verão finalmente chegou e muitas coisas boas vem com ele, uma delas é a praia! 🏄🏿‍♀️🌊

Se tem uma coisa que eu particularmente gosto no verão são as musicas animadas e aquelas que a gente pode escutar na estrada indo pra praia… Essas então são demais!

Em Janeiro teremos no canal um especial de verão, que serão 3 vlogs (um por mês até Março – alerta de spoiler) e por isso já vamos desde agora compartilhar com vocês algumas das músicas que vamos escutar por lá 🎧🎶

Hear me now – Alok

Our Way – FTampa

The Mother We Share – Chvrches

Headlights – Robin Schulz

Adventure of a lifetime – Coldplay

Stay – Kygo

Cake by the ocean – Dnce

Hymn for the weekend – Coldplay

Back 2 u – Steve Aoki

The sweet escape – Gwen Stefani

Espero que tenham gostado, primeira playlist montada e em breve no spotify. Deixe nos comentarios sua sugestão.

Um super beijo e até mais.

5 livros <3 de 2016

O ano está encerrando e com ele encerra também uma porrada de livros bons que li este ano e quero recomendar para a leitura de vocês de 2017! 

Não, calma, não precisa sair desesperado correndo… espera o ano começar e aí vai lá! Combinado! É uma pequena lista de cinco livros! Se vocês quiserem resenha depois de cada um é só deixar nos comentários aqui abaixo do post! 😉 

  • Depois dos quinze (Bruna Vieira)
  • Furacão Elis (Regina Echeverria) 
  • Vinicius de Moraes O poeta da paixão – uma biografia (José Castello
  • UA:BRARI DO OUTRO LADO DO MUNDO (Marcelo Rubens Paiva)
  • Capão Pecado (Ferréz)