Igualdade.

Quando eu era criança, costumavam me zoar e tirar sarro do meu cabelo, até o dia que eu resolvi alisar, dos 12 aos 16. É, eu queria entrar no que chamam de “padrão de beleza”, sonhava que seria igualzinha minha irmã, com um cabelo lindo e liso igual ao dela. Também ficava tentando entender porque chamavam meu cabelo de bombril e, um dia um menino estava ficando comigo no cinema, ambos tínhamos 12 anos, ele disse: 

– Você pode prender seu cabelo? Tá incomodando. 

– Claro (gente apaixonada é realmente tonta demais). 

Eu prendi meu cabelo, os meus cachos (ainda estavam lá antes de eu alisar), para agradar ao garoto. 

Um dia, também concordei com um garoto que disse que não gostava de cabelo cacheado, preferia me ver de cabelo liso. 

Não alisei porque queria agradar ele, alisei por não me aceitar. Horrível, não é? 

Hoje, dia 20 de Novembro, lá em 1965 Zumbi dos Palmares era morto. Hoje 20 de Novembro de 2014, milhares de negros continuam sendo mortos, pelo simples fato de serem negros. Eu não vou listar as inúmeras vezes as quais passei por constrangimentos e as pessoas me olharam torto por minha cor de pele, olhar torto para meu pai que é negro então… Dá vergonha de pensar que chegamos ao século XXI com tanto discurso de preconceito e ódio. O dia de hoje é mais do que comemoração, é uma lembrança e um pedido para a luta por igualdade continuar.

Hoje, dia 20 de Novembro de 2014, eu tenho de volta os meus cachos, desde os meus 16 anos. Nunca mais coloquei uma chapinha nele, ou fiz questão de entrar no padrão que a sociedade julga como “natural”. Faço questão de mostrar minha identidade, minhas características e traços, tenho orgulho de ser quem eu sou e principalmente do meu cabelo.

Zumbi dos Palmares foi o último dos líderes do Quilombo dos Palmares. Há muito sobre o que se debater do papel do negro na sociedade, a questão e justificativa das cotas raciais em universidades, mas acima de tudo isso, o dia de hoje (20) é para lembrar que negro ou branco, todos somos iguais. Não se discrimina uma pessoa por nada, muito menos por sua cor de pele. É péssima a sensação de entrar em alguma loja e já te olharem de baixo à cima porque você é negro ou pardo. O que precisa acabar é o preconceito e, o dia de hoje permanecer, para lembrar que: TODOS queremos igualdade, respeito acima de tudo. Zumbi dos Palmares era um escravo como muitos outros negros foram e hoje um assunto também pouco debatido mas necessário é algo que vem de muito antes mas ainda existe: tráfico de africanos para o solo brasileiro, transporte ilegal de pessoas que viram trabalhadores análogos. Coisas desse tipo só reforçam o que disse acima, não se diferencia uma pessoa por sua cor de pele, o dia de hoje é para lembrar de uma luta que tentamos vencer desde a libertação de escravos: a luta por igualdade.

20 de Novembro de 1965 – Zumbi dos Palmares era morto


20 de Novembro de 2014 – Mais de 40 anos depois, negros continuam sendo mortos por serem.. Negros. 

O dia de hoje é para comemorar ou refletir e continuar reivindicando igualdade? Eu tenho orgulho da minha raça! 
Anúncios

Feira

Acordei assustada imaginando que era segunda

Pensei que era sábado

Cheguei a conclusão que era domingo, era o que o celular dizia.

Me troquei e, mesmo sem tomar banho, apenas lavei o rosto, escovei os dentes, coloquei uma roupa e fui caminhar.

Andei por cima daquele elevado. Estava um dia lindo, sol a pino. Cachorros correndo, crianças brincando e sorrindo, casais se amando.

Sabe aquele prédio, o qual discutimos como uma pessoa podia conseguir tão alto pixar? Pintaram todo de branco, já faz umas semanas.

Andei até a feira, desci, comprei 5 peras portuguesas. Não pra mim, pra minha mãe. Lembrei de quando íamos juntos até a feira, comer pastel, tomar caldo de cana. Deu saudade, mas passou.

Me lembrei do teu sorriso quando vi um casal brincando no chão, estavam deitados em um formato de corpo feito de giz, sorriam como quem não queria nada. Gargalhei por dentro, emudeci por fora.

Caminhei até o mercado, voltei para casa, peguei na tua foto no porta retrato, sorri, guardei, fui cozinhar.

Vida que segue, mais um dia de ressaca, não de bebida, de amor.

Minhocão

Uma metrópole como São Paulo, onde os carros e buzinas não dão sossego, é difícil imaginar um local onde se possa andar tranquilamente, sem fumaça de motor na cara. Difícil? Não aqui. Para quem mora aqui em São Paulo é um ponto de encontro, local de praticar exercícios, encontro de casais, lugar para praticar esportes radicais, uma verdadeira diversão para os cachorros, lugar infinito para as crianças andarem de bicicleta.

Elevado Presidente Costa e Silva ou, carinhosa e simplesmente, Minhocão.

Uma via elevada, inaugurada em 1970, com 3.400 metros de extensão, liga a região Central de São Paulo – bem de frente para a Pça. Roosevelt ao Largo Padre Péricles na Zona Oeste em Perdizes. O Minhocão foi construído com a intenção de desafogar um pouco o trânsito entre essas regiões, cortando Perdizes, Pacaembu, Santa Cecília, Higienópolis, Consolação e Sé. Como não poderiam alargar nenhuma dessas regiões, a solução foi construir uma via elevada.

Curiosidades:

  1. Foram usados na obra trezentos mil sacos de cimento, sessenta mil metros cúbicos de concreto e duas mil toneladas de cabos de aço, entre outros materiais.
  2. A Avenida Brigadeiro Faria Lima tem esse nome em homenagem ao então prefeito de São Paulo da época (1968), José Vicente de Faria Lima.
  3. Já foi cenário de filme e da série Alice da HBO.
  4. Rola uma feira na Santa Cecília, onde do elevado se tem fácil acesso aos Domingos.
  5. Vendedores ambulantes ficam por toda extensão do elevado, água de coco é o que não falta para a galera.
  6. Ele faz parte da programação da Virada Cultural na cidade.

E finalmente, a curiosidade que levou ao título e ideia do post: – O elevado em 1976 passou a ser interditado na parte da noite, devido aos acidentes que ocorriam e barulho, pois ao redor de toda extensão do elevado, há prédios residenciais. – Ele fica fechado das 21h30 de Sábado até 21h30 de Domingo.

O que rola por lá nesse período que fica fechado?

Tudo que citei no início do texto e: virada cultural, intervenções artísticas, eventos, filmagens, aulas externas de fotografias, decorações, grafite, dança e muita alegria em dias de sol. Rolam boatos de que o elevado OU será demolido OU será um parque-jardim suspenso. Dia 31 de Julho deste ano, foi aprovado um novo plano diretor da cidade, o qual prevê essa ideia. Como dito anteriormente, ao redor da extensão do elevado, estão prédios residenciais, imóveis até então desvalorizados economicamente por conta do barulho diário que acontece ali, afinal, é uma via expressa sem semáforo mas com muito trânsito, apesar da ideia inicial ser justamente o contrário. Além disso, como todos sabemos, São Paulo é muito poluída e isso é mais um transtorno aos moradores. MAS, enquanto nada acontece, a gente continua amando este local que fica fechado aos finais de semana, palco de arte e cultura e claro, felicidade imensa nos dias de sol. Para quem não conhece São Paulo ou conhece mas nunca veio até o Minhocão em um domingo, fica a dica e as fotos, feitas por mim hoje mesmo.

10805500_10204791367761015_1444040679_n 10814100_10204791367401006_680174209_n 10816002_10204791367241002_1086838430_n

fim-meio-início

Levei um pé na bunda, o que fazer da vida? É o fim? Escuridão? End of game? Não! Calma, nem tudo na vida está perdido. O estouro de 2014 foi um app chamado Tinder. Surgiu em 2013, eu sei, eu sei… MAS, aqui no Brasil foi um bafafá em 2014 e até hoje arrebenta corações, junta alguns e constrói amizades sinceras.

Quando o meu namoro acabou, eu sofri muito, MUITO. Um dia, em um final de semana de lamentações, desci a Augusta com a minha mãe e irmã, paramos no URBE e nada parecia aliviar a dor que eu sentia no meu peito, nem mesmo leite da vovó (URBE na categoria: Lugares e Comidas). A rua Augusta parece imensa e eterna quando se está sofrendo ou dando PT, mas logo acaba. Depois de algumas semanas encontrei um casal de amigos no shopping, queriam saber como eu estava, conversar da vida, do que passou e o que era o relacionamento. Eis que eles vem com a ideia: BAIXA O TINDER, AGORA. VOCÊ PRECISA TREPAR!

Eu confesso que, na minha intimidade nos meus pensamentos mais profundos, não baixaria o tinder se estivesse sozinha. Mas ok, eu baixei, duas vezes. A primeira vez foi meio ruim, quase traumática… Vários caras pedindo fotos nuas e etc., choquei! Salvou-se uma amizade da primeira vez e, da segunda vez foi bacana também, conheci vários caras legais, troquei ideias geniais, sai para comer e tomar um café no URBE.

Mas o lance do tinder é só sexo?

Gente, lógico que não. Pensa comigo, o lance da entrevista de emprego é uma CERTEZA que você VAI conseguir um emprego? Ou o vestibular ainda… É REALMENTE AQUILO? É um tiro no escuro, manja? Você vai conhecer gente de todo tipo, inclusive pessoas que só querem conversar com você, talvez elas estejam na merda como você está ou estava, talvez elas não queiram sexo e só amizade.

Tá, mas e se rolar sexo?

Você tem medo do “dormimos juntos e acordamos separados”? Se joga! Não se apega! É o lance. Sabe qual é a real no fim? Por mais que isso seja cruel, eu tenho que te contar: você vai amar e vai sofrer, é inevitável… Da mesma forma que você vai ficar e vai se apegar, então… Se joga, fica e tenta não se apegar, deixa rolar, aproveita o momento.

Pede pra ele ou pra ela aquele oral que tu não sente há tempos, pede pra enfiar o dedo ali e aqui, pede pra chamar daquele jeito que tu gosta, pede tudo que tu quiser, desde que é claro, seja uma relação que tenha extremo respeito e, principalmente, não esqueça do preservativo.

Mas eu devo ligar pra ele ou mandar whats depois?

Sempre fui e serei de quem joga no time do: tá com vontade? vai, faz e dorme sem pesadelo.

Se joga, manda whats, manda inbox, manda SMS… Mas manda, nem que seja um “Oi, tudo bem?” E!! O mais importante de tudo, não surta se o cara ou a menina não responder mais, beleza?

Vou contar minha experiência: eu conheci um menino no tinder há uns meses, só era whats de boa… Afinal, ele era casado, morava com a namorada e tal, mas separou por razões da vida, não cabe falar aqui, né? Todos os dias ele vinha me chamar, falávamos sobre coisas aleatórias até que ele veio falar que separou e tal. Nos encontramos, ficamos, rolou, colou! Meu Deus… Que homem!

Chamei ele no dia seguinte? Chamei, ele voltou e temos saído nos fins de semana há um mês mais ou menos. Sem pressão, sem nada sério!

E afinal, vale ou não?

Assino a ideia total. Conhecer gente é do caralho, fazer amizade é surreal. Por favor, só tenham filtros, afinal, existe doido pra tudo no mundo. O que vale no fim? A troca de experiências, as conversas que você terá e as amizades que irão surgir para além do sexo. O sexo é troca de fluidos, experiências corporais, atração física e muitas vezes ligação que o coração faz, quase como um passe de mágica, pó de pirlimpimpim.

Se joga, baixa o app.

Disponível na Apple Store e Google Play (Android e IOS)

Depois comenta aqui o que achou e se quiser trocar experiência, não esquece de mandar e-mail

We Love It (15)

urbe

No dia 3 de Novembro, há 3 anos, nascia o URBE. Uma antiga Vanilla Café, onde os donos, fazendeiros, decidiram inovar e apimentar São Paulo com o que seus habitantes mais gostam: café 24 horas.

Bati um papo com a Carol (Gerente Geral do Urbe) e foram descobertas incríveis sobre, não só o café como é processado, até as especialidades e preferências da casa.

3 irmãos que são sócios do URBE, apaixonados por café, tem um sítio que é como uma mini fazenda! Porém, o café da fazenda não é o mesmo servido aqui no URBE, por conta da qualidade (ar, poluição, coisas que são encontradas no café etc.)

Café + Amor + Cidade de São Paulo + Pessoas = Atendimento e serviço de ponta.

A qualidade do café, mundialmente, tem 4 classificações através de seus selos de auditorias:

– Tradicional

– Superior

– Gourmet

No que essa classificação se baseia: nos defeitos que são encontrados no café (acidez, café torrado, café amargo, café aguado)

Se você, por exemplo, torrar o café a qualidade cai (Comenta Carol)

Baristas defendem que o amargor no café é defeito e, o capuccino não tem chocolate por exemplo, por conta da receita clássica e tradicional (Café, leite e crema – cremoso).

MAS CALMA, CALMA, nem tudo está perdido para você que AMA chocolate ao fim do capuccino! Sabe o que tem no cardápio do URBE? O capuccino mocca (capuccino com fundo de chocolate, recheado de chocolate)

O que o URBE faz por você de diferente? Uma versão com fundo de doce de leite e no meio raspas de limão! Já imaginou que coisa mágica? DO-CE DE LEI-TE ! *-*

Como tudo na vida há um pouco de revolução, muitas vezes no bom sentido, o URBE revolucionou e criou o VIENENSE (Chocolate, Nutella, Café e claro CHANTILLY)

Sobre o ambiente?

Você vai encontrar sofás gigantes e mesas espaçosas para muitos cafés, afinal, a troca de experiência é essencial na hora do café, não é mesmo? Independente se você vier sozinho ou acompanhado, o ambiente é extremamente acolhedor e a equipe de ponta!

Tá calor? Relaxa! Tem café gelado, sim senhor!!! Ou se preferir, ICE COFFEE

Uma outra ideia do URBE foi moer o café com água gelada, deixar isso descansar de 8 à 12h aproximadamente e depois coar o café, de forma que ele saia menos ácido.

Um café cafeinado e muito diluído é o resultado, sem pressão e temperatura. EUA e JAPÃO já experimentaram e está aprovadíssimo!

Aí você pergunta, o que é mais pedido? O café coado, sem dúvida, segundo Carol. CARA, ele é coado na mesa, na frente do cliente!

O café expresso 30ML também é solicitado demais, é um café longo, mas não é rico ou intenso! Tem o mesmo tudo que os outros.

Mas será que só tem café por aqui?

Claro que não!

Tem café com refrigerante – milkshake de café e até café gelado com água de coco e limão!!

Tá com gripe? Pede um cura gripe que passa! Hortelã, laranja, limão e mel! Pra ficar mais forte e passar rápido a gripe? Chá com cravo e canela tá valendo, em?

E pra quem gosta de uns bons drinks, com café ou sem?

Manda um DUBLIN ! (Café frio, drink gelado, whiskey jameson, xarope caseiro de açúcar mascavo com especiarias, suco de maçã, limão siciliano e um toque de alecrim)

Eu ouvi MARTINI? (Vodka, licor de café, licor 43 e ristretto)

E os bons drinks sem café?

Bossa nova (Cachaça Leblon, mate gelado, geléia de jabuticaba, laranja e limão)

E se der fome?

URBE tem um cardápio profundo e variado: Petiscos; Massas; Carnes; Tortas e Quiches; Saladas e Sopas; Sanduíches e “Do Balcão” e AH, CLARO: DOCES E SORVETES *-*

Doce de leite argentino; Brigadeiro Urbe; Bolo Caseiro; Brownie e COOKIE TRIPLO DE CHOCOLATE.

Gostou? Curtiu? Tem novidade: Sanduíche de Salmão defumado: Maçã Verde, cebola roxa, cream cheese, alcaparras e um toque de mostarda na bisnaga de centeio.

Vem pra cá, corre.

Rua: Antônio Carlos, 404 – Consolação – São Paulo SP (Quase esquina com a Rua Augusta).

tel.: 011 3262-3943

Aberto todos os dias

Segunda 12:00 até 01:30

Terça até Quinta 10:00 até 01:30

Sexta e Sábado 10:00 até 04:00

Domingo 10:00 até 01:30

Aceita Reserva e Cartões: Visa – American Express e Mastercard

cats

One Day (Um dia)

zzoneday3

Já listei os 5 melhores motivos para assistir ao filme Um Dia (2011), agora eu continuo a lista com esse pequeno texto.

Quantas histórias de amor entre o cara mais gato da faculdade e sua melhor amiga, você conhece? Quantos filmes onde o cara mais bonito rejeita a menina mais feia e, depois isso vira um romance, você conhece?

Bom, quando um filme é baseado em fatos reais, ao menos pra mim, ele quase sempre é muito MUITO bom. O filme One Day (Um dia), data de 2011 e teve direção de Lone Scherfig, roteiro baseado no romance do próprio roteirista David Nicholls. Baseado na história de Felipe Benatti e Isabella Hirsh, interpretada pela fantástica e gloriosa Anne Hathaway – se você não conhece o trabalho dela, “googla” AGORA e depois venk -, pronto? Então, como eu ia dizendo, a diva da Anne contracena com Jim Sturges (Jude Feeny – Across the Universe, 2007).

O filme fica entre passado-presente-futuro e, mais do que isso, ele ressalta que o amor tem uma força incrível no universo, sobre todas as coisas, mas acima de tudo, com certeza o amor é construído de perdão e errros. Emma e Dexter, amigos de faculdade, tem uma paixão imensa um pelo outro, mas não querem admitir isso, afinal, como todo romance de pipoca e carteirinha… Dexter é mulherengo e não ia assumir uma paixão pela menina nerd da faculdade e todo o mais. Assim cada um segue sua vida, mas o destino… Ah, esse cara não brinca em serviço. Por “um dia a cada ano”, no dia que eles se conheceram, eles se reencontram. Tendeu? Ficou confuso? Relaxa.

Emma e Dexter se reencontram a cada um ano durante “um dia” (facilitou a lógica?). Em um desses encontros, quando Dexter leva Emma para tirar um dia de folga do serviço, eles fazem um pacto: sem nudez na frente do outro, sem sexo, sem nada… Só amigos, apenas amigos. Eu preciso dizer se eles conseguiram firmar isso? #vlwflw #obrigadadenada

Vou matar aqui a curiosidade de muitos e sim, dar spoiler. Eles ficam juntos (oooowwwwnnn)! Mas… Cara, nada na vida é perfeito, ou é? Quando achamos alguém que complete nosso coração, ou como diz um texto que li esses dias alguém que entre na água com a gente e saia da areia, a vida muitas vezes tira isso de forma bruta. O que aconteceu com Dexter? Exatamente isso, Emma foi da vida dele de uma forma trágica. Particularmente, estava em São Paulo e sozinha em casa, de madrugada, vendo o filme e… Fiquei chocada com a cena, eu não esperava hahahahaha, não foi legal!

Você e eu sabemos que o tempo vai passar, lento ou rápido, ele sempre passa. Aproveite todos os momentos que você tem com alguém e não se esqueça de sorrir e fazer alguém dar aquela gargalhada que chega doer as bochechas. Não julgue as pessoas sem antes conhece-las. Ok, eu sei que parecem coisas que todo mundo diz, mas são as maiores verdades da vida. Pequenas coisas que nunca paramos realmente para refletir sabe? Uma das mais importantes é: ame como se não houvesse o amanhã, mas nunca faça promessas se não puder cumprir com todas, isso machuca muito as pessoas, de verdade.

A questão é, como disse acima: Perdão e erros são coisas que participam ativamente de qualquer relacionamento, isso é o mais importante de se lembrar, se você sabe errar e perdoar… Você sabe amar.

Emma e Dexter souberam errar, perdoar e amar. Você aí, sabe fazer o mesmo? Deixei aqui nos comentários! Não viu o filme? Tá esperando o que? Tem no netflix, corre lá e pega a pipoca.

Segue o trailer:

De Lá até Aqui

A banda é de 98, o primeiro disco em estúdio nasceu em 2007 e uma das músicas: “O tempo” já foi sucesso até de novela da Globo. A banda Móveis Coloniais de Acaju nasceu em Brasília com 10 integrantes tocando muito sax e bateria, instrumentos que são marcas fortes no primeiro disco Idem (2005). Móveis é uma banda influenciada por diversos estilos musicais e em 2013 lançou o disco De lá até aqui, produção super esperada por fãs e até mesmo por aqueles que só escutaram uma vez a banda.

Com tanto repertório e de rodar Brasil, surgiram 13 edições com artistas nacionais, até o momento: Los Hermanos Pato Fu, Macaco Bong, Vanguart, Pata de Elefante, Ludov, O teatro mágico, Gbay Amarantos e Do Amor; além disso vieram coisas de fora como: Coiffeur, Mutandina (Argentina) e Juana Fé (Chile)

Depois de manter um estilo parecido em quase todos os álbuns anteriores, a banda lançou o disco De lá até aqui com uma pegada rock, estilo romântico e referências de Brasília, com uma faixa dedicada até para Oscar Niemayer. O disco tem uma leve coincidência com a balada beatlemaníaca e dá uma viajada por discos dos anos 70. Móveis é tão perto de seu público que as músicas românticas as quais eles lançam como “Beijo Seu”, ganhou um teaser em comemoração ao dia do beijo com fotos enviadas pelo público no Instagram. Se eu fosse você, colocava na lista de discos físicos para ter na prateleira de casa, escutar em um sábado enquanto faz o almoço.

Eu sei, foi um longo intervalo entre o último lançamento “Ao vivo no auditório Ibirapuera”, mas valeu a pena toda a espera, pois esse disco parece que veio mais “limpo” e amadurecido, com as experiências dos últimos tempos de estrada da banda, além do mais, quem não vai querer cantar mais de uma vez a faixa “Vejo em teu olhar” ou ainda “Sede de Chuva”? Essas produções me lembram, particularmente, a pegada e levada que a música “Dois Sorrisos” tem. Não lembra dela?

“O seu sorriso é o que eu preciso e quanto ao resto, eu juro tanto faaaaz… Sua ausência me condena…”

MOVEIS-delaateaqui-Disco-Foto-de-Diego-Bresani-Estudio-California

Faculdade de Letras: Você vai ser professora?

images

Há dois anos eu estava em uma dúvida cruel. Letras ou Jornalismo. Jornalismo ou Letras. Professora: ser ou não ser, eis a questão?

Em primeiro lugar, se você não gosta de ler, a faculdade de letras será uma sessão de tortura diária. Se você gosta de ler ou escrever, estamos no caminho. Quando entrei em 2012 na PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo), achei que seria uma tradutora de mandarim.

SIM.

Eu pensava que em três anos sairia formada em Tradução e durante os três anos estudaria externamente Mandarim (nem inglês eu falo direito). Bom, depois de alguns choques de realidade, eu vi que inglês não era pra mim, muito menos as matérias de tradução, como eu detestava fazer aquelas matérias. Então, eu pensei com meus livros, porque não partir para Licenciatura em Língua Portuguesa.

Pois é, tá aí uma coisa que eu sempre, SEMPRE, gostei muito de fazer: estudar a língua portuguesa e escrever. Unir o útil ao agradável não seria má ideia e, se eu tivesse escutado minha mãe há dois anos já estava formada em Licenciatura.

Aí muitas pessoas param e me olham com uma cara de espanto:

– Licenciatura? 😦 Vai ser professora?

*Logo depois vem um “coitada”*

Venk,tá tudo bem… Deixa eu te contar um segredo? Só nosso, em?

Meus pais são e sempre foram professores, além de se envolverem com a educação, sempre. Mamãe hoje é supervisora de ensino, papai já foi professor em universidade e hoje só advoga. Minha irmã dá aula de francês, oui!

Bom, agora a resposta da pergunta que tanto me fazem:

Sim, eu serei professora (já faço estágio em uma escola estadual), mas não só isso. Descobri uma paixão imensa: revisar textos. É, eu trabalho em uma Editora com isso e cara, como eu amo o que faço, de verdade. Algumas pessoas tem um prazer imenso quando sentam para tocar um instrumento, outras preferem ficar fazendo cálculos malucos e há quem prefira salvar vidas em tempo integral.

Eu tento salvar a gramática e não toco nenhum instrumento (apesar de ter feito violão cinco anos), mas gosto muito de fotografia 🙂

Algumas coisas que você precisa saber sobre a faculdade de Letras:

– Pode ser fácil de entrar, quero ver você sair

– DPs são coisas que fazem parte da realidade de qualquer estudante, nota não diz muito sobre você, quando na verdade o que importa é seu esforço e sua compreensão acerca da matéria.

– Os professores são legais e muitos irão se tornar espécie de pai e mãe

– A faculdade vira sua segunda casa, você passa muito tempo no laboratório digitando trabalhos

– Você vai precisar daquele cofrinho de moedas que achou que não servia para nada, xerox é uma coisa muito cara, de 0,10 em 0,10 centavos você vai falir ao fim do mês, acredite.

– Pasta para guardar textos e trabalhos é uma coisa que você irá usar muito

– Cadernos bonitinhos do Ursinho Pooh ou das princesas da Disney são um peso a mais, você não terá tempo para realmente anotar as coisas de forma linda, leva uma caderneta, rascunha e já era, deixa o capricho para quando chegar em casa.

– Desapegue das pessoas, nem sempre sua turma da formatura será a do início, as pessoas mudam e desistem, param e voltam. Desapega (só não vende na OLX)

– Caneta é uma coisa tão importante quanto apontador, você verá a tinta acabar rápido demais pela quantidade de coisas que escreve em apenas um dia.

– A biblioteca nunca pareceu tão interessante e os sebos são realmente o ápice da economia.

– Não acredite quando seu professor diz que vocês lerão realmente todos os 5 livros no semestre, a lista em geral para no 3º

– As matérias de educação? Algumas interessantes, outras nem tanto, é tudo relativo.

– Literatura? Sou suspeita para falar pois é minha paixão, mas vai fundo, é incrível.

– Você encontrará pessoas muito parecidas com você, com ideias que vocês poderão compartilhar ao longo de incríveis 3 anos.

– AH, uma das coisas mais importantes: talvez você não se forme em 3 anos, lide com isso.

Bom, essa foi a lista básica de coisas que um estudante de Letras passa no diariamente. Sinceramente? Não me arrependo da faculdade que escolhi. O que eu pretendo ser quando crescer? Continuar em editoras, revisar textos e dar aulas! Se você gostou da lista, se identificou, parabéns! Você será mais um vestibulando de Letras. É um mundo surreal, você estuda de tudo um pouco: filosofia, literatura, linguística, origem das palavras, significado delas e claro, aflora sua vontade de escrever.

Não se importa com quem diz: coitada, será professora.

Siga o seu sonho, seja feliz, não desista (palavras motivacionais).

Feliz Livros da vida

Eu sei, eu sei que estou atrasada uns dias aí… O dia do Livro foi no dia 29.10, MAS… Eu estava em uma correria enorme e agora que está tudo bem, vamos prosseguir com o post. 
Então, a pergunta que mais ouço quando digo que faço Letras, é:


– Ah, então você deve gostar muito de ler! Você já leu o autor x-y-z? Ele fala sobre -o-p-q! 

– Não… Não li… 

– Ah, mas você faz Letras… 
Cara, sei lá, sabe… Eu faço letras mas não sou um dicionário HAHAHA, eu faço letras mas não sou o Houaiss numa versão Love Led Zeppelin filha da PUC, mas vamos lá. Ler é algo realmente incrível, é uma viagem no tempo e você cria emoções e apegos por pessoas que muitas vezes não são reais, mas elas começam a ser na sua cabeça, começam a surgir no seu mundo, mas para me ver com um livro na mão, das duas uma: 
Ou eu gosto MUITO daquilo que estou na mão OU é para a faculdade. Talvez isso seja uma decepção para você que achou que eu era uma pessoa frenética por leitura, viciada. Ultimamente meu vício anda em: comida mexicana, youtube, netflix e ver minha família aos fins de semana. Como eu sei que nada disso é desculpa, eu bolei uma lista dos livros que mais li e reli nos últimos anos. Se você quiser uma resenha ou indicação aprofundada sobre algum, deixe nos comentários. 
Lá vai:

  •  Feliz Ano Velho (Marcelo Rubens Paiva) 

  • Fala, Amendoeira (Carlos Drummond de Andrade)

  • A Culpa é das Estrelas (John Green) 

  • O mundo se despedaça (Chinua Achebe)

  • Astronautas Daqui (Marcelo Yuka) 

  • Amy, Minha Filha (Mitch Winehouse)

  • Eric Clapton, Autobiografia 

  • UA: BRARI (Marcelo Rubens Paiva) 

  • A Psicanalise dos Contos de Fadas (Bruno Bettelhein) 

  • Alice no País das Maravilhas (Lewis Carroll)
Ps. Eu acredito que a leitura tem realmente o potencial de transformar vidas, nunca deixe que alguém te rebaixe pois você não leu o autor x, y ou z. Leia muitas coisas, mesmo que você não curta, mas saiba que o seu gosto, a sua listinha favorita, como a que eu citei logo acima, isso ninguém tira de você, pelo simples motivo que: É o que constrói uma parte muito importante sua: a personalidade. 
Feliz livro, feliz dia, feliz leitura.

Ps. Compre livro em sebo para ter a experiência de compartilhar uma emoção de anos atrás 😉 

Ressaca e gripe.

Eu corri para ir até a farmácia mais próxima. Comprei uma dose de amor, outra de ressaca e um chá para a gripe. Quando coloquei o pé para fora, começou a chover; Se minha mãe estivesse comigo, certamente diria para esperar ou chamar um táxi, mas sou teimosa… Coloquei o chinelo e vim correndo para casa, na metade do caminho, o temporal aumentou. 
Cheguei no elevador encharcada, subi com os cabelos pingando. 
Tirei a roupa, renovei a alma com a chuva, tomei um banho quente. 
Peguei uma caneca, coloquei uma dose de amor, misturei com a ressaca para passar, tomei logo em seguida o comprimido para gripe. 
Liguei no netflix, coloquei para rodar Sexo Sem Compromisso. É, aquele filme do cara bonitinho que faz agora Two and a half man.  
Parei na metade, lembrei de nós, pensei em escrever um e-mail, mas sei lá… Tomei o chá, sabe? Tava misturado com ressaca e amor, uma hora, passa. 
É, uma hora vai tudo embora, quem sabe. 
Sabe como é, ou é amor ou deve ser só uma gripe.