Liter à tu, rá… é amor!

Em um mundo onde tudo é tão intenso e devaneio, o desejo é o maior dos medos. A capacidade de automatizar todos os tipos de processos cotidianos, nos leva à delimitar a imaginação de viver em um mundo paralelo e completamente surreal. Todos os conflitos cotidianos, através dos contos, são transformados em verdadeiros paraísos artificiais […]

Leia mais Liter à tu, rá… é amor!