Chão e vão

weheartit.com

A poesia é um mar a dar, dar maré, a dar pé.
O amor talvez seja contemplar para completar.
A vida é imensa e passageira, assustadora mas fantástica.
Entre o chão e o vão, nosso amor não pede perdão.
A milhão, feito um turbilhão, chega um monte de emoção para o meu coração

Anúncios

Altar

Eu nunca tive um tipo perfeito. Nunca fui boa nem com nome de atores, muito menos diretores ou cantores. São poucos os que eu admiro ou tenho tesão, como a maioria das minhas amigas tem. Sempre dou risada e acho graça de tudo isso. Talvez, porque eu passe mais tempo sonhando acordada e achando graça de como seria nossa vida, nossa felicidade. Eu, você e nosso cachorro. Pode ser um gato se você quiser, mas eu aviso, já sonhei que um montão deles me arranhava… Não gosto muito! Mas também, se você achar que o cachorro vá destruir a casa inteira, pode ser algo pequeno como um Hamster, mas por favor, espero que tenhamos originalidade, Hantaro não é nome de rato, só de desenho mesmo. 
Eu sempre penso em como seria, se nós fossemos um casal. Nossa cama nunca estaria arrumada, mas nossas contas com certeza todas pagas. Nossa casa pode ter piscina se você quiser, mas eu queria que ela tivesse ladrilhos com peixinhos e estrelas do mar no entorno. Não sei como seriam nossos filhos, não sei nem como será você, papai, mas com certeza eles serão muito amados e educados, boa parte estragados pelas titias e titios, se é que você tem irmão(ã).
Eu quero que tenha uma parede branca só para eles, que eles possam lá expressar toda a criatividade, sujar a roupa, a mão, o pé e até o nariz!
Se você não se importar, vou casar de vermelho, só uma vontade que tenho desde pequena.

Nossos jantares seriam panquecas quase todos os dias, com seus ovos fritos com bacon de café da manhã e palha italiana para o café das cinco. Eu prefiro sempre a tv desligada ou só ligada no desenho para as crianças, pois eu sei que sempre vai rolar aquele LP na vitrola até o amanhecer. Eu não me importo se tiver que mudar 30x de casa, se nas 30x você continuar sorrindo por igual pra mim. 

Nós assistiríamos a todos os filmes de comédia milhares de vezes, pularíamos o big brother da programação e faríamos cinema em casa todo final de semana só para as crianças, iríamos a museus, viajaríamos sem dinheiro algum, mas com certeza faríamos grandes amizades e conheceríamos praias incríveis. Bobagem, destino, amor ou sorte, eu escolho todas dentro de você, um homem pra crer de subir para o altar.

Céu cinza.

O que você faria se soubesse que morreria logo? Certamente alguém já te fez essa pergunta, mas claro, nós nunca estamos preparados para muitas coisas na vida, assim como ninguém está preparado para a morte. Hoje, o Brasil e o mundo acordaram com mais uma tragédia. É sempre importante lembrar que milhares delas acontecem todos os dias, há quem se mobilize em função de tais e quem simplesmente não consiga reagir, só chocar, mas o que circunda minha cabeça nesse momento, é: Como saber que aquilo poderia acontecer se, esses shows pirotécnicos a banda sempre fazia em outras apresentações? Como o segurança que barrou as pessoas de saírem, podia prever a gravidade da situação? Penso que nesse momento, compartilhar nas redes sociais as fotos dos corpos carbonizados das vítimas, talvez não ajude muito, assim como tentar culpar alguém. Não há culpa maior no ser humano que sentir o pesar de não dizer “Eu amo você” antes de dormir, mesmo que tenha passado o dia brigando com alguém. Não há sentimento pior do que o rancor e a dor no coração. Por isso, eu ainda acredito que o perdão é o que move o mundo, assim como o amor. 
Nesse momento, o silencio vale muito. Silencio com respeito, silencio, perdão e amor. Não deixe de perdoar as pessoas. Poderia ser você ali, poderia ser eu, algum conhecido seu naquela boate, extravasando a briga que teve e, de repente, tudo fica escuro e sem sentido para os outros. O seu coração poderia ter parado hoje. O meu parou, a minha mente esvaziou e eu penso: E se? Impossível nesse momento não se comover com o que ocorreu. Mais de duzentas e cinquenta pessoas vão deixar de saber como seria se elas já estivessem formadas, como será o próximo inverno, se fará sol todos os dias do próximo verão, como serão as próximas festas da universidade, quando será a próxima reunião de família, quando será o próximo casamento, quem será o próximo casal da turma. Tudo ficou escuro, sem graça, cinza. 
Eu não sei como o seu coração vai nesse momento, como você reagiu e como sua mente está funcionando. O meu está chocado, parado e eu fiquei atordoada logo de manhã. Eu talvez não possa fazer muita coisa mesmo, mas eu rezo pela almas dessas pessoas que partiram cedo demais, sem querer partir, rezo para que as famílias encontrem em algum momento conforto. Lembre sempre que, enquanto você puder falar, enxergar e escutar, você pode amar. Por isso, não esqueça de falar que ama alguém, independente de qualquer coisa, amar e perdoar.

467

Todas as fotografias desse texto são de autoria própria. 
Por suas calçadas pretas e brancas, as havaianas amareladas, rosadas, esbranquiçadas e até azuladas desfilam. Aqui o mar é a poesia, a dar maré, a dar pé. O amor pode esperar para contemplar e completar, aqui tudo pode esperar. Eu nasci e aqui cresci, com os pés a beira mar, beijando o sol e dando bom dia aos passarinhos que cantam em seus ninhos. Da minha janela, estrala o metal com o sol, a paz vem trazendo tudo o que eu preciso. Eu deixei o ninho e feito um passarinho, fui… Fui em busca de onde a vida é passageira, imensa e assustadora, mas, eu sempre quero voltar, porque aqui tem o mar.De todos os jardins, floreados e bem cuidados, o daqui é o mais belo. Sua extensão leva a lados opostos da cidade, mas conecta as pessoas como flores. Nada aqui é tão belo quanto o por do sol a beira da areia, visto sempre que possível pralém do horizonte. Seus prédios tortos são um grande marco e, até nas camisetas eles foram parar. Quando eu digo que sou de Santos, as pessoas abrem um sorriso enorme e despertam uma curiosidade enorme; Já cheguei a escutar se aqui, as pessoas andam de biquíni no shopping, só de biquíni  Achei bizarro pra lá de engraçado. Mas sim, aqui as coisas são mais tranquilas, havaianas é sandália rasteirinha e boné é quase que um acessório indispensável, fora as bermudas tactel.O centro já foi palco de grandes espetáculos, inclusive gravações de novelas. Os trilhos que percorrem os bondes, hoje são um grande atrativo turístico e, do Monte Serrat você vê toda a cidade, principalmente o porto. Daqui que saem grandes navios de cargas e aqui que temos contêiner que parecem que estão postos somente para serem fotografados, sim, de tão lindos que eles são, principalmente sobre a luz da lua. Aqui, desembarcam milhares de passageiros e outros tantos chegam para alcançar os destinos mais imprecisos. A cidade pede calma e dorme. Aqui, eu sempre posso dormir com o silencio e aconchego do meu lar, com o meu edredom e meus sapos. Eu amo essa cidade, independente de qualquer coisa. Claro, eu conheci outra realidade, mas sempre acho que aqui é um ótimo lugar para descansar, ordenar os sentidos e o raciocínio. 19 anos morando aqui parece pouco tempo, mas é muito tempo para meu coração, é tempo demais da conta pra dar saudade, para implorar e voltar! Penso que, só de ter o mar eu cresci sabendo amar, pois aqui, a paz eu sempre irei encontrar. Parabéns, Santos! Que você continue assim por muito mais que 467 anos!

459

Fotografia: Beatriz Biella Martins. Dezembro de 2011. Ed Itália

A cidade me puxou, me aspirou para aspirar e respirar… Respirar, repiraAR. Por tanto tempo eu perdi muito tempo alimentando uma visão sobre essa cidade maluca. Relutei e custei para acreditar que aqui eu teria de habitar, a não ser que as quatro eu quisesse acordar.

Tão linda ela se tornou aos meus olhos, tão amada é por mim agora. Seu ar, mesmo que preto, contrasta com seus prédios grafitados. Em multicolor você acolhe as multiculturalidades. Sei que preparada está em muitas coisas, mas ainda faltam algumas. Calma, com calma nós chegaremos lá. Apesar de que calma é a ultima coisa que a sua alma pede. Já diria uma Mallu Magalhães, “Eu sei que é complicado amar tao devagarinho”.
Assim o meu amor por você e o seu por mim vai se desenvolvendo. Desenvolvimento é o que você deseja e assim, todos os dias, seus habitantes batalham para que isso aconteça o mais rápido possível! Do  morro e da periferia, do centro, do bairro nobre e até do esnobe. Você conforta todo o tipo de gente, que as vezes não se olha muito no olho a olho, mas tem um coração enorme por dentro. É complicado explicar essa loucura de sentimento que só mesmo vivendo para sentir como é.
Por suas esquinas e quarteirões que viram bairros contrários na mesma mão, eu me perco mas não enlouqueço, pois mesmo sem GPS, você me dá a direção correta. No mar há a rosa dos ventos para guiar os marinheiros e no cimento há a placa para orientar. Orientação você dá, segue quem quer e como quer. Além da orientação, você pega a gente como a mãe pega o filho no colo. Os metrôs, os ônibus e trens transportam a gente da zona sul para a zona leste. 
Assim eu declaro por fim, finalmente eu me rendi. São Paulo, me mostre, continue mostrando o que você tem a me oferecer, pois quando eu crescer para o mundo eu quero me estender, desde que eu tenha começado no mar e para o concreto eu vá, assim no mundo eu quero continuar.
Parabéns SP, eu amo você!

Sentimento mundano

Foto retirada do site: http://www.weheartit.com

Não me pergunte sobre quantos ou quais amores eu já tive. Foram tantos, mas foram raros, raros cada um à sua maneira. Amores passageiros, amores de devaneios, veraneios e friorentos. Aqueles amores de domingo no ninho, bem esses eu nunca tive. Com certeza tive muitos de bares, aqueles que a gente não encosta, mas sente no olhar. Amores em filas de banco, amores de hospitais, postos de gasolina, fila do cinema e ah! Ah… Sempre tem os mais passageiros, os amores dos passageiros dos elevadores, comerciais e residenciais. Amores de temporadas, de férias, de viagens e de hospedagens.

Junto com todos esses amores, vieram as trocas de olhares, todas tão singelas e singulares, talvez as mais particulares e especiais que já ocorreram, pois, se você está apaixonado seu coração acelera quando você o (a) vê e aí, seus olhos fixam no da pessoa.. Se você não enxerga a pessoa amada, olha para todos os lados, menos para o chão e sai tropeçando torto e a direito, com sua cabeça ficando a milhão, junto com seu coração. Seus olhos, os olhares, nossos olhares, todos esses tem a mesma capacidade: Enxergar inúmeras coisas e, mesmo quem não pode enxergar, pode até sentir! Quem não enxerga continua feliz pois pode amar! Nossos olhos tem a capacidade de ver muitas coisas e o coração, enxergar aquelas que as vezes, não temos coragem de olhar. Comigo muitas vezes foi assim, eu nem olhava de tanta vergonha, mas meu coração olhava por mim, com toda a razão! Afinal, olhares, amor e o toque movem o mundo. O amor, esse sim, é o sentimento mais bonito do mundo. 

Formas e Mulheres

Foto retirada do site: http://www.weheartit.com
Link da foto: http://weheartit.com/entry/50160893/via/_oceani

Outro dia, vi circular por uma das redes sociais (Facebook), uma foto que comparava mulheres que vão de roupa curta para a balada e prostitutas, assim como eu vi uma frase que dizia: “Usa um vestido quase com a calcinha aparecendo e depois não quer ser chamada de vagabunda”. Acho engraçado uma sociedade que fala tanto dos preconceitos, tenta combater vários atos de violência, mas comete talvez o primeiro e mais grave: Violência Verbal. Não há só o tipo de agressão física, tal esse cometido dentro de casa, na rua ou na escola. A violência começa quando alguém te julga pela forma como você sai vestida(o) de casa. Qual é o problema de colocar uma roupa mais curta se você tem um corpo que você acha bonito? Já diziam, o que é bonito é pra ser mostrado.  

Reproduzir o discurso que as meninas que vão para baladas são iguais às prostitutas, é não ter o mínimo de conhecimento sobre profissionais do sexo, que tachadas pela sociedade são chamadas de putas e assim, definidas como mulheres que gostam de sexo, simplesmente gostam. Mas, o que muita gente não sabe ou faz questão de ignorar, é que a maioria delas tem: Casa, filho pra criar (Boa parte sem pai, porque morreu/está preso/fugiu quando soube da gravidez), um passado obscuro, uma história ignorada e muitas vezes no desespero só enxerga essa solução como forma de ganhar o sustento rápido para dar educação  ao filho, comida na mesa e futuro digno. Ok, talvez essa não seja a melhor solução mesmo, mas com tantos problemas que há no mundo e não sabendo qual o histórico delas, quem vai dizer que elas conseguiram enxergar outra coisa.
Falar de mulheres que usam roupas curtas é fácil, afinal não é você que é selada de uma forma vergonhosa. Nós mulheres temos SIM o direito de ir e vir com a roupa que quisermos, a hora que bem entendermos. Com esse direito há ainda o respeito, pois independente do tamanho da sua saia, do decote, do salto, da bunda e da coxa, somos todas mulheres.